Poder Legislativo

Câmara de Mesquita instaura CPI para investigar contrato da Saúde

Foto: Divulgação

O clima anda quente em Mesquita. A Câmara instaurou uma Comissão Parlamentar Processante — o equivalente local à velha e palpitante CPI — para investigar um contrato de prestação de serviços assinado pela Secretaria de Saúde com uma cooperativa.

Segundo denúncias, a contratada chega a pagar R$ 46 mil mensais a médicos que trabalham na rede municipal. O interessante é que nos salários constam adicionais noturnos — mas no município não existe atendimento 24h.

A única unidade de saúde que oferecia serviço emergencial está fechada desde janeiro de 2017.

Na Câmara de Mesquita não tem férias, pelo menos, não neste início de ano. A abertura da CPI foi aprovada por sete vereadores na sessão extraordinária desta terça-feira. Os próximos passos serão ouvir os envolvidos e requisitar documentos. No fim, o resultado poderá ser encaminhado ao Ministério Público Estadual.

Fonte: Extra

Postar Comentário

Clique aqui para comentar

Leitores Online

1 Leitor visualizando esta matéria

Publicidade