Banco de Areia Chatuba Edson Passos Jacutinga Meio Ambiente Poder Executivo

Jacutinga e Banco de Areia terão mutirão de prevenção contra dengue, zika, febre amarela e chikungunya nesta quinta-feira

Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 98946-3738 e envie uma mensagem com o texto “MESQUITA” e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

Verificação, instrução e tratamento de locais onde as larvas do mosquito podem se desenvolver acontecerão a partir das 9h e a meta é visitar cerca de quatro mil casas nos dois bairros

O verão chegou e, com ele, as chuvas fortes que aumentam as chances de uma epidemia de dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela acontecer. A Prefeitura de Mesquita, que já vinha desde novembro realizando ações de mobilização no combate ao vetor dessas doenças, agendou seu primeiro mutirão de prevenção de 2019. A ação acontece nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro, a partir das 9h. E, desta vez, a equipe do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental de Mesquita, ligado à Secretaria de Saúde, estará direcionada aos bairros Jacutinga e Banco de Areia. Os profissionais farão a verificação, instrução e tratamento de locais onde as larvas do mosquito podem se desenvolver. Além disso, caixas de água descobertas serão protegidas com lona pelos próprios agentes da Secretaria de Saúde.

Desde o ano passado, iniciamos uma série de mudanças na Saúde de Mesquita, priorizando a atenção básica. Sabemos que é mais prudente e vantajoso prevenir as doenças do que remediar os pacientes e com a dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela não é diferente. Começamos a visitar as casas há dois meses, sempre dando uma atenção maior às regiões que aparecem mais fragilizadas no nosso mapa de risco”, explica Jorge Miranda, prefeito de Mesquita.

Os mutirões da Secretaria de Saúde para prevenção das arboviroses já passaram pelas residências da Chatuba e de Edson Passos. A promessa é de que, aos poucos, todas as áreas com mais chances de serem afetadas por epidemias recebam a visita do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental.

É nossa obrigação fazer o possível para diminuir os riscos, mas esse trabalho depende demais do apoio da população. Primeiro, na hora de receber os profissionais da prefeitura de portas abertas, para que a verificação seja realizada. E, depois, na continuidade desses procedimentos, comprometendo-se a seguir as instruções que são passadas nos mutirões”, alerta o prefeito.

Todos os dias, a equipe do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental de Mesquita se divide entre os diversos bairros da cidade para um trabalho contínuo de controle do vetor. Nos mutirões, porém, o grupo inteiro se junta para promover uma grande mobilização em uma área específica, que é escolhida de acordo com os indicativos de risco da região.

Leitores Online

6 Leitores visualizando esta matéria

Publicidade