Geral

Mesquita comemora o Dia do Capelão com entrega de Moções

Mesquita comemora o Dia do Capelão com entrega de Moções 10
Clique aqui e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

A missão do capelão é cuidar da saúde espiritual e do bem estar das pessoas, independente de religião ou credo 

 

Por conta das comemorações do dia do Capelão, 21 de Julho, a Federação Unida Videira Civil de Capelania prestou homenagens a dezenas de capelães de Mesquita e de outras regiões. A solenidade aconteceu às 15:00h de segunda-feira, 29 de julho, no auditório Zelito Viana, na sede da prefeitura.

O objetivo da capelania, segundo o pastor José Antônio Fontes da Silva, o JA, é cuidar do ser humano em todas as instâncias, promovendo a inclusão social, cuidando da saúde psicológica, dando assistência espiritual e social às pessoas. A vereadora Cristiane Pelinka, a Crisgemeas, prometeu criar o Dia do Capelão em Mesquita.

De acordo com o pastor Jorge Lacerda, coronel da PM e capelão há maia de 30 anos, a capelania é um ato de amor que dá assistência social e espiritual, independente da religião, opção sexual ou credo. “Nosso trabalho é orientar e aconselhar as pessoas. Ser capelão é parar para amar”, explicou Lacerda antes da entrega das 130 Moções a vários capelães de Mesquita e outras regiões do estado. A solenidade contou com a presença do prefeito da cidade, Jorge Miranda, e do subsecretário de Direitos Humanos, Flávio Rossini. O pastor JA destacou que o serviço de capelania ajuda as pessoas a mudar de vida e que “o governo de Mesquita tem dado apoio a essa missão”.

Mesquita comemora o Dia do Capelão com entrega de Moções 11

Com origem nos Estados Unidos, nos anos de 1920, o  significado da palavra capelania vem de ‘capella’ (latim), e quer dizer ‘capa’. No início, foi usada para apontar o lugar onde São Martinho guardava a sua capa. Com base nesse ato, o local ficou conhecido como ‘capela’. Tratava-se de uma construção anexa ao edifício onde se adoração particular ou celebrações. Assim, os locais de adoração nas residências, escolas, quartéis, hospitais, empresas e outros, ficaram conhecidos como ‘capela’.  

A missão de capelão, na época, era desempenhada por empresários, médicos e outros profissionais liberais. “Nos estados Unidos quem faz o trabalho social são os capelães”, arremata o pastor Jorge Lacerda.  O serviço é respaldado lei conforme o artigo 5º e Inciso VII da Constituição Federal de 1988. A vereadora Crisgêmeas, participante da solenidade, declarou que irá apresentar projeto de lei na Câmara instituindo o Dia do Capelão no município de Mesquita.       

Faça o seu comentário pelo Facebook!

Publicidade