Centro Saúde

Mesquita se prepara para ‘Outubro Rosa’

Mesquita se prepara para 'Outubro Rosa' 10
Clique aqui e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

Profissionais da área de saúde passaram por curso de capacitação para atender e incentivar as mulheres de Mesquita a fazer exames preventivos de câncer de colo do útero e de mama.

A campanha ‘Outubro Rosa‘ começa no dia 5 de outubro em Mesquita. A finalidade é conscientizar as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce dos cânceres de colo do útero e de mama, principalmente na faixa dos 25 aos 64 anos.

Agentes de saúde da Atenção Básica da secretaria de Saúde de Mesquita participaram na quinta-feira, 26 de setembro, de um curso de capacitação para atuarem durante a campanha – que teve início no ano 1990, em Nova Iorque e chegou ao Brasil no ano de 2002.

Os exames preventivos de câncer de colo do útero, bem como o de mama, ajudam no diagnóstico precoce. Resultando assim, em mais chances de combate a doença, a fim de evitar a gravidade da situação. No Brasil, o câncer de colo do útero, por exemplo, afeta mais 16 mil por ano, sendo o quarto tipo mais comum entre mulheres na faixa dos 25 aos 64 anos. Já o câncer de mama alcança cerca de 60 mil novos só em 2019.

Em virtude da importância do assunto, gestores do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (Paismca), preparam agentes de saúde para atuar na cidade. No curso de capacitação, no auditório da Escola Rotariano Arthur Silva, eles discutiram métodos de como receber os pacientes, além de procedimentos que podem ser feitos dentro das próprias unidades, para ajudar a reconhecer os sintomas da doença.

“É muito importante que os profissionais saibam direcionar as pacientes, para que a nossa campanha obtenha resultados satisfatórios, uma vez que possamos diagnosticar a tempo de um tratamento bem-sucedido”, disse a gerente do Paismca, Josiane Nascimento.

De acordo com Josiane, o exame preventivo deve ser realizado anualmente, e pode ser realizado em uma das unidades de saúde de Mesquita. Ela alerta, ainda, que cerca 12 mulheres já sofreram óbitos por câncer de mama no município. Além dos seis casos provocados por câncer de colo do útero. “É um assunto sério, que pode ser tratado, desde que haja um reconhecimento precoce sobre a situação da paciente”, destacou.

Pensando nisso, a gerente do Núcleo de Educação Permanente em Saúde do município, Karine Alves evidenciou que o curso acontecerá, também, no dia 1º de outubro, para aqueles que não puderam comparecer neste primeiro dia.

Responsável pela implantação de Clínicas da família em Mesquita, Thiago Wendel, é consultor de saúde no município e explicou a necessidade de se trabalhar a sensibilização durante esse mês. “A Organização Mundial de Saúde (OMS) categorizou o câncer como a segunda maior causa de morte. Com essa conscientização, talvez, a gente possa mudar o desfecho final de uma vida”, disse.

CEMCAM

O Centro de Especialidades da Mulher, Criança e Adolescente de Mesquita é uma referência no município sobre o cuidado com a Mulher. O setor cuida, também, de exames preventivos de diagnóstico de câncer de colo do útero e mama. Os casos positivos da doença são encaminhados para tratamento. 

Publicidade