Mesquita Online
Notícias de Mesquita todo dia

Guarda Municipal de Mesquita com nova sede

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou pelo Telegram CLIQUE AQUI

A Secretária Municipal de Segurança, Ordem Pública e Cidadania de Mesquita inaugurou nesta quinta-feira, dia 13 de agosto, sua nova sede. O espaço fica em Santo Elias e, além de mais amplo, garante ainda mais conforto para atender a população. O local acomoda as dez viaturas da Guarda Municipal de Mesquita e tem um conjunto de salas setorizadas, vestiários masculino e feminino, refeitório climatizado e outros cômodos. Ali, passam a ser oferecidos serviços como o de solicitação de alvará e nada a opor, entre outros. O endereço é Rua Juliana 478, no bairro Santo Elias.

Conseguimos criar uma nova identidade à Guarda. Nos últimos anos, conseguimos viaturas novas, uniformes e uma legislação própria da guarda. Agora, a mudança da nova sede dá dignidade aos servidores. Hoje, esses profissionais certamente se sentem muito mais valorizados e orgulhosos de serem guardas civis de Mesquita”, avalia o coronel Sérgio Mendes, secretário municipal de Segurança, Ordem Pública e Cidadania.

Quando Mendes assumiu, em janeiro de 2017, a Guarda Municipal de Mesquita contava com uma sala de aproximadamente 20 metros quadrados, que não garantia a estrutura necessária para acomodação dos profissionais. Alguns meses depois, a equipe foi realocada para uma sede ainda provisória, mas já com melhor infraestrutura. Agora, com esse novo espaço, há melhores condições de trabalho, o que deve refletir no desempenho dos 88 guardas civis municipais.

É uma diferença total. Nos sentíamos em uma caixa de fósforo, em uma única sala que comportava todos os agentes. Aqui, temos instalações de primeira para os guardas e temos muito orgulho disso”, diz Eduardo Veríssimo, coordenador do Grupamento de Ronda Escolar.

Mendes aproveitou para homenagear dois servidores nessa nova sede da Guarda Municipal de Mesquita. Como os alojamentos/vestiários eram uma necessidade antiga dos agentes, os nomes desses espaços foram escolhidos a dedo.

Tivemos dois guardas municipais que, infelizmente, não estão mais entre nós. Um eu não conheci, o Tiago dos Santos Alves, porque ele faleceu antes da minha chegada à secretaria. Mas a Jordana Cristina M. de Siqueira dos Santos nos deixou há poucos meses, poucos dias depois de dar à luz, e era uma servidora muito dedicada e competente. Além dela ter sido convocada já na minha gestão, também era esposa de um dos nossos guardas. É uma perda que sentimos até hoje e sempre sentiremos. Então, batizamos nossos alojamentos com os nomes deles”, explica Mendes.

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais