Mesquita Online
Notícias de Mesquita todo dia

Dólar encosta em R$ 5,50 e fecha no maior valor em três meses

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou pelo Telegram CLIQUE AQUI

Num dia de turbulências no mercado financeiro, o dólar encostou em R$ 5,50 e fechou no maior valor em quase três meses. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (17) vendido a R$ 5,496, com alta de R$ 0,068 (+1,26%). A cotação está no maior nível desde 22 de maio, quando tinha fechado em R$ 5,574.Dólar encosta em R$ 5,50 e fecha no maior valor em três meses 3

A moeda norte-americana abriu o dia próximo da estabilidade, mas passou a subir durante a manhã, depois do anúncio de que o subsecretário de Política Macroeconômica do Ministério da Economia, Vladimir Kuhl Teles, deixará o cargo. A renúncia se soma a baixas recentes, com a saída de dois secretários especiais da pasta.

Na máxima do dia, por volta das 15h40, o dólar chegou a atingir R$ 5,51. A divisa acumula alta de 5,3% em agosto e de 36,96% em 2020. Nesta segunda, o Banco Central leiloou US$ 600 milhões em novos contratos de swap cambial, que equivalem à venda de dólares no mercado futuro.

O desempenho do real contrastou com o da moeda de outros países. No exterior, o dólar caiu por causa do congelamento das negociações em torno de um novo pacote de estímulos para a economia norte-americana. O Senado e a Câmara dos Estados Unidos estão em recesso. Os parlamentares só devem voltar a se reunir em setembro.

Bolsa

A instabilidade também atingiu no mercado de ações. O Ibovespa, principal índice da B3 (a bolsa de valores brasileira), perdeu os 100 mil pontos e fechou esta segunda aos 99.595 pontos, com recuo de 1,73%. O indicador está no menor nível desde 13 de julho.

A bolsa brasileira destoou do mercado internacional. Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones, da bolsa de Nova York, teve pequena queda de 0,31%, mas os outros dois índices subiram. O S&P fechou com alta de 0,27% e aproximou-se do recorde. O índice Nasdaq, das empresas de tecnologia, subiu 1% e fechou no melhor nível da história.

* Com informações da Reuters

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais