Mesquita Online
Notícias de Mesquita todo dia

Atendimentos de casos suspeitos de Covid-19 duplicam em Mesquita

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

O aumento no número de casos de contaminação pelo novo Coronavírus preocupa e já se pode considerar que o município de Mesquita caminha para uma segunda onda da pandemia.

Com 1.918 casos confirmados e 201 mortes pela Covid-19, o Polo de Atendimento da Covid-19, no bairro Cosmorama, está registrando desde a última segunda-feira (23) aumento no número de atendimentos. Segundo informações, estima-se que a procura tenha dobrado.

Números divulgados nesta quarta-feira (25), pela Secretaria de Estado de Saúde, confirmam que o município vem registrando crescimento no número de casos e de óbitos. Só nas últimas 24 horas, 29 novos casos foram confirmados na cidade e uma pessoa morreu. O índice de letalidade no munícipio está em 10,48%.

Especialistas atribuem esse aumento significativo de casos à combinação de relaxamento das medidas de distanciamento social, uso de máscara e aglomerações.

“Diria que nós, em determinado momento, conseguimos estabilizar e, em alguns momentos, ficamos em queda [nos casos]. Mas, agora o cenário é de estabilidade para o aumento de número de casos. Então, isso é preocupante e a gente pode sim considerar essa situação de uma segunda onda. E que nós possamos estar entrando em um cenário em que pode superlotar novamente nossos hospitais, inclusive, o número de leitos em UTI”, alertou o infectologista Alan Areal.

Atendimento

O Polo de Atendimento da Covid-19 em Mesquita funciona na Vila Olímpica, localizada na Rua Baronesa de Mesquita, s/n – Cosmorama. O atendimento é feito de segunda a sábado, das 8h às 18hs. A Secretaria Municipal de Saúde pede que as pessoas procurem a unidade caso estejam sentindo dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito e perda de fala ou movimento.

O infectologista falou sobre a importância de as pessoas voltarem a adotar as medidas e orientações para que o estado volte a ficar em um cenário de estabilidade e queda dos casos.

“Os números não mentem, são claros. É preciso, mais do que nunca, que nesse momento nós reforcemos essas ações de uso de máscara contínuo e distanciamento social. Sabemos que estamos passando por um momento eleitoral, mas isso não é motivo para que as pessoas relaxem nesses cuidados. Então, em nome de todas as pessoas que estão à frente dos cuidados a esses pacientes, daqueles também que perderam suas vidas, pedimos às pessoas que, por favor, nos ajudem a controlar e fazer com que essa curva, que mais uma vez é crescente, volte a cair”, disse Areal.

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais