Mesquita Online
Notícias de Mesquita todo dia

Polícia prende bandido que matou PM Cabo Cardoso em Mesquita

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Polícia Militar conseguiu prender o bandido que assassinou o policial militar Derinalto Cardoso dos Santos, durante assalto a loja da Casa & Vídeo que aconteceu no último sábado (04).

Segundo a Polícia, Jonathan Santos Targino é o homem, que aparece nas imagens do circuito de segurança, atirando contra a cabeça do PM no início da tarde.

Foto: Reprodução da Internet.

Jonathan após atirar no policial fugiu e sequestrou um funcionário da Prefeitura de Mesquita, que foi obrigado a dirigir para o bandido até a Avenida Brasil, em Realengo, onde desembarcou e foi para um apartamento no condomínio Vivendas do Ipê Branco. Lá ele deixou o revolver calibre 38 na casa dos pais.

A partir dessas informações, uma mobilização entre os batalhões da região e também do setor de inteligência realizaram buscas a fim de prendê-lo. De acordo com informações do Disque-Denúncia, Jonathan teria fugido para a Vila Kennedy onde estaria recebendo a proteção de bandidos da localidade.

E nesta tarde, a polícia conseguiu prender Jonathan em uma operação conjunta. De acordo com informações iniciais, A PM teria encontrado o bandido em uma Igreja evangélica. O mesmo estava acompanhado de sua família e um pastor. Além disso, uma equipe da Defensoria Pública estariam no local para prestar assistência ao acusado.

Entenda o caso

O policial Derinalto Cardoso dos Santos, de 34 anos, teve a morte cerebral decretada por volta das 21h20 desta sexta-feira (04). O militar, que era lotado no 20º BPM (Mesquita), estava internado no Hospital Geral de Nova Iguaçu após sido baleado mais cedo, após tentar evitar um assalto na unidade da loja Casa & Vídeo no Centro de Mesquita. 

Imagens de câmeras de segurança da loja mostram o momento em que o policial é atingido. Um dos criminosos aparece de blusa branca com uma arma na mão e chega por trás de Cardoso efetuando um disparo de curta distância em sua cabeça.

Na ação outras duas pessoas ficaram feridas. Dois bandidos foram presos e um terceiro fugiu em um carro à serviço da Prefeitura de Mesquita, fazendo um funcionário refém, que foi liberado na Avenida Brasil, altura de Realengo.

Segundo informações, Cb Cardoso estava há oito anos na Polícia Militar e era muito conhecido pelas suas mensagens nas redes sociais, onde sempre procurava passar notícias e incentivo aos colegas de farda. Inclusive, era muito comum vê-lo em ações sociais, onde buscava ajudar quem mais estava precisando. Em um vídeo, o agente cita a morte de um companheiro de farda, que aconteceu no dia 2 de outubro, e diz que quando escolheu a profissão, sabia de todos os riscos:

 

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais