Mesquita Online
Notícias de Mesquita todo dia

“Natal Cultura Presente” teve edição em Santo Elias

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A PEC, Praça Estação Cidadania, em Santo Elias, foi palco na última sexta-feira, (11), de uma edição do Natal Cultura Presente. O evento, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio (Sececrj), ocupou o espaço das 16h às 20h e teve exposição de presépios, apresentação de filme, número circense e show com orquestra. A própria secretária estadual de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros, esteve presente e discursou para os mesquitenses que conferiram a programação.

Esse é o Natal que podemos promover às famílias hoje. E que bom que é em um lugar tão lindo como esse. Queremos ver locais espalhados por aí. A cultura e o esporte, de fato, são instrumentos de mudança na vida das pessoas”, valorizou Danielle.

A exposição de presépios do Natal Cultura Presente tinha 15 peças, mas representando culturas de regiões bem distintas. Havia, por exemplo, seis brasileiros expostos, sendo dois do Rio de Janeiro, dois de São Paulo e dois de Minas Gerais. Além deles, foram levados também, por exemplo, dois da Alemanha, um da Áustria, um da Indonésia, um do Cazaquistão, um do Peru e um de Portugal. As peças fazem parte do acervo do padre José Maria Fernandes, diretor do Centro Loyola de Fé e Cultura PUC-Rio.

A programação do Natal Cultura Presente começou com a exibição de um episódio da série “Liga do Natal”, disponível no YouTube. Em seguida, as irmãs Gabriela e Melissa Rangers, do Babilônia Circus, protagonizaram um número de contorcionismo. Depois, foi a vez do gaitista José Staneck e o pianista Léo de Freitas se apresentarem, fazendo uma homenagem ao maestro, cantor e compositor Tom Jobim, que morreu em 1994. Eles escolheram três canções do repertório de Tom para embalar a plateia: “Wave”, “O Morro Não Tem Vez” e “Garota de Ipanema”. Para encerrar, foi chamada a camerata de cordas Som + Eu.

Foi muito importante para Mesquita receber um evento como esse, porque temos a Escola de Artes da Chatuba, com turmas circenses, e oficinas ligadas à cultura que são oferecidas gratuitamente à população. Quando nossos jovens têm acesso a espetáculos com profissionais como os que estiveram aqui, eles se sentem motivados. É uma forma de mostrar para eles exatamente o que a Danielle disse: que a arte, assim como o esporte, pode transformar a vida das pessoas”, diz Kleber Rodrigues, subsecretário municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo de Mesquita.

Em função da pandemia do novo coronavírus, as cadeiras foram posicionadas para garantir o distanciamento entre os presentes. Além disso, a equipe da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio distribuiu um kit às pessoas que estiveram no evento. Nele, havia um álcool em gel, máscara reutilizável, sabonete, pasta de dente e escova de dente, além de um livro.

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais