Mesquita Online
Notícias de Mesquita todo dia

Guarda Municipal de Mesquita encontra jovem desaparecida

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A Guarda Municipal de Mesquita prestou atendimento na manhã desta quinta-feira, (7), a uma mulher em estado de confusão mental. M., de 20 anos, estava na Praça João Luiz Nascimento, no Centro da cidade, quando avistou a guarda municipal Victória Valim. A jovem abordou a servidora mesquitense, inicialmente dizendo que deveria ser levada para a delegacia. Na 53ª DP (Mesquita), no entanto, ficou constatado que não há nenhum boletim de ocorrência contra M. Ela, então, mencionou ser de Volta Redonda e fazer tratamento em um Centro de Atenção Psicossocial de sua região.

De acordo com informações inicialmente apuradas, há cerca de três anos a garota tem momentos de sumiço, passando alguns dias desaparecida. A família da jovem foi encontrada, mas se encontra impossibilitada de buscá-la na cidade. Então, a Saúde e a Assistência Social de Mesquita estão, juntas, tratando do acolhimento ou, se possível, da volta de M. para casa.

Além de Victória, as guardas Luciana Duarte e Patrícia Lima participaram do atendimento à jovem. M. foi revistada pela equipe feminina da Guarda Municipal de Mesquita, mas nada que pudesse colocar a vida de outras pessoas ou da própria jovem em risco foi encontrado. Recebida no CAPS III Casa Azul, no Cruzeiro do Sul, M. teve atendimento da equipe de Saúde Mental de Mesquita, constatando-se, assim, que a jovem não se encontra em situação de surto no momento. Agora, em parceria com a Assistência Social, a coordenação do CAPS busca a melhor forma de garantir o retorno de M. para Volta Redonda.

CAPS Casa Azul: Atendimento integral

Desde agosto do ano passado, a Saúde Mental de Mesquita passou a contar com um novo reforço no atendimento aos usuários com transtornos mentais graves, severos e persistentes. Funciona na Rua Tenente Aldir Soares Adriano 109, no Cruzeiro do Sul, o CAPS III Casa Azul. O imóvel onde antes funcionava um CAPS II passou por reforma e, então, se tornou um CAPS III. Ou seja, apto a prestar atendimento 24 horas a pessoas com esquizofrenia, depressão grave, ideação ou tentativa de suicídio, transtorno de ansiedade grave e outros problemas de saúde mental.

Para prestar esse atendimento 24 horas, temos dormitórios e novas atividades são oferecidas. Antes, eram 14 funcionários atuando. Hoje, são cerca de 50 profissionais. Incluindo as áreas de psicologia, psiquiatria, enfermagem – entre enfermeiras e técnicos –, terapia ocupacional, musicoterapia, serviço social, educação física, redução de danos e artesanato, entre outras”, informa Ueslei Solaterrar, coordenador técnico do CAPS III Casa Azul.

Para funcionar 24 horas por dia, o CAPS III Casa Azul tem nove leitos de atenção à crise em saúde mental.  O espaço conta com refeitório/sala de oficina, cozinha, banheiros, sala de jogos, sala de TV, consultório de atendimento, espaço aberto de conveniência, sala para a equipe, sala de administração e três quartos, entre outros cômodos.

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais